O SENTIDO DE OCUPAR O ÚLTIMO LUGAR NA JORNADA DIÁRIA



Todo aquele que se eleva 
será rebaixado e todo aquele que
 se abaixa será elevado (S. Lucas, 14:1, 7 a 11)

Quando Jesus nos ensina a importância de não nos elevarmos em detrimento do outro, está chamando a atenção para os nossos sentimentos e pensamentos, bem como, para as palavras e ações que vivenciamos em nosso dia a dia. Muitas vezes temos a intenção de evidenciar que somos melhores do que nosso irmão.

Quando nos elevamos demonstramos orgulho a ponto de nos julgar mais importante, mais trabalhador, mais sensato, mais caridoso... Mais e mais... Corremos o risco de julgar o outro como menor, porque nos achamos maior. E assim, evidenciamos o nosso, egoísmo, a nossa soberba e a vaidade que estrangula o bom senso, a humildade e a generosidade.

Mas, quando nos julgamos pecadores e necessitados de melhoramentos, nos conduzimos para lugares mais simples e sem ostentação.

Isso não significa baixa auto estima quando nos colocamos depois do outro e nem auto estima quando buscamos os melhores espaços, invisibilizando quem está ao nosso lado. Estar no último lugar, depois do outro, não significa ser perdedor. Significa melhor compreensão do sentido de não nos adiantar, isto é, de não passarmos na frente do próximo.

É importante refletirmos sobre o quanto estamos focados com as questões que envolvem o bem estar do outro, numa luta constante por uma mundo melhor. Ser ganhador exige o reconhecimento do outro num processo de interação humana, uma interação humanizada. Não ganha quem se julga melhor e mais importante. É pura ilusão.

Jesus destaca nesse ensinamento, que a nossa conduta cotidiana é responsável pelo lugar que ocupamos ou que ocuparemos na dimensão espiritual. Quando desconsideramos o outro e invisibilizamos os mais humildes, seremos cada vez mais reconduzidos para o último lugar até que aprendamos o sentido da humildade, da caridade, da benevolência e do amor ao próximo.

Nesse sentido, estar ocupando o último lugar significa o exercício diário de rever os nossos pensamentos, as nossas palavras e as ações vividas em cada momento da nossa vida.

Tudo isso, porque sabemos que precisamos melhorar cada vez mais. No entanto, não adianta ocuparmos o último lugar e ficarmos irritados com aqueles que se encontram em nossa frente. Romper com esse sentimento, é fundamental para o nosso aprimoramento.

Estar atrás significa constante busca de reforma íntima, incessante caminhada de amor ao próximo e um inesgotável desejo de realizar a caridade. Por isso, a máxima de que todo aquele que abaixa será elevado e todo aquele que se põe em último lugar será o escolhido, exige pureza de coração. 

Estar em último lugar apenas como pretexto para sermos convidados a ocupar à mesa num banquete, revela vaidade e pretensão. Mas ocupar o último lugar porque entendemos que ainda precisamos melhorar nossos pensamentos, nossos sentimentos, nossas palavras e nossas ações cotidianas, evidencia grandeza de alma. Significa reconhecermos as nossas limitações morais e espirituais.

Nesse sentido quem se abaixa, não tem o mesmo sentido de quem se rebaixa. Rebaixar pode estagnar a fé, a perseverança e assim desencorajar as mudanças necessárias, porque essa atitude alimenta a baixa alta estima. 

Não devemos rebaixar o nosso irmão e nem a nós mesmos. Mas devemos sim nos abaixar... baixar a guarda da soberba, da inveja, do orgulho, da mentira e de tantas outras atitudes que nos limitam a permanecer no último lugar.

Abaixar a cabeça... Fazer um exame de consciência  e buscar a partir do lugar que estivermos, seja no último ou na metade da jornada, a realização de generosas ações, a vivencia de sublimes pensamentos e o encorajamento de todos que estiveram conosco a propagar sábias palavras.

Por isso, é de extrema importância nesse trajeto terrestre, refletirmos sobre o lugar que ocupamos, o modo como agimos nesse lugar, o que pensamos desse lugar, e ainda, o que falamos desse lugar que ocupamos, porque todo aquele que se abaixa será elevado, mas aquele que se auto eleva será rebaixado.

Por Ana Maria Louzada

Você também pode gostar de ler...
Compartilhando Ideias, Cores, Formas e Sabores

Poesias, Contos e Crônicas

FAMÍLIA AMIGA: Educação e Diálogo

E-artigos: Estudos, Atualização e Aprofundamento Teórico Prático

Comentários

Postagens mais visitadas

Pensamento e Qualidade de Vida

A vida continua

É preciso amar a vida... Não deixe pra depois!

Pensamentos

PALAVRAS

PALAVRAS DIVINAS

PENSAMENTO E VIBRAÇÃO